domingo, 27 de julho de 2014

Desabafo

Quinta-feira passada eu passei por uma cirurgia, tirei os meus dentes sisos¹ do lado direito, e há um mês atrás eu já havia tirado as do lado esquerdo. Durante a cirurgia, a cada uso de alguma anestesia que a médica aplicava depois d'eu reclamar de alguma dor, eu pensava nos pobres animais que foram usados em testes para que aquele produto estivesse na mesa da minha médica cirurgiã ou de qualquer médio no Brasil independente da sua função. Pensava na quantidade de animais que foram mortos, quantidade de animais que foram estraçalhados, mutilados, machucados, maltratados como se não fossem uma vida. Outro dia fui pega com a questão - que um amigo meu fez - sobre o anticoncepcional que uso, se eu achava que o meu remédio não contia derivações ou que não foram testados em animais antes de chegar em minhas mãos².  Eu fiquei bem irritada com essa questão, porque desde que me tornei vegetariana - faz mais ou menos um mês ou mais -e já fui abordada com cada questão que chega da vontade de dar um soco em cada pessoa que me fez, perguntas idiotas e claro tem que ser os onívoros que tinha que jogar essa questão. Estou nessa causa por mim e pelos animais, então pra mim pouco importa se meus amigos, familiares, estranho, namorado pensam da minha decisão. Não é uma tarefa fácil, ficar catando produtos pela internet, procurar horas e horas sites que vendam produtos veganos, ir para o supermercado e ter que olhar o rótulo de cada produto se ele está nos meus critérios e dai meu amigo me vem com essa questão para querer me colocar contra parede. Eu sei que a intenção dele não foi para me ofender, mas me ofendeu, porque faz parecer que sou uma hipócrita ou que todos esse meu trabalho é inútil. Mas não, eu acredito no fundo do meu coração que todo esse meu esforço não é em vão, que todos esse meu esforço vale a pena. Sou humana, então consequentemente vivo em uma sociedade - questão sociológica e filosófica - então o que a sociedade faz com os animais não é culpa minha já que tento sair desse ciclo vicioso, mas entendam, não é fácil, porque estou em um beco sem saída e parece que irei viver nesse labirinto enquanto eu não sair na cidade grande. Todo santo dia tendo me livrar de produtos que não são derivados de animais, todo santo dia tento me livrar de produtos testados em animais, tento parar com o excesso de consumo de energia, com o excesso de lixo que produzo, com o excesso de consumismo que fui acostumada a conviver... todo santo dia é uma luta sozinha. Me dói saber que animais morrem por nossa causa, me faz chorar saber que uma tartaruga morreu na praia engasgada com um saco ou uma baleia de toneladas morta com quantidade de livro no estômago dela, ou que um gato ou cachorro são mortos todo santo dia nas ruas porque eles não tem onde comer ou se abrigar em alguma chuva ou frio... Nós destruímos o que era deles também, isso tudo é nosso, tanto dos humanos e tantos dos animais, mas chegamos à um ponto onde animais não são mais consideramos como nós e sim que somos superiores, aliás, chegamos a um ponto que não somos mais parte deles, e sim superiores, porque é assim que o homem pensa. Eu não acredito que eu posso mudar o mundo, mas eu acredito que posso mudar o MEU mundo, a minha vida, a minha verdade. Então no momento que recebo uma crítica dessa, fico me perguntando se essa pessoa não sabe o quanto ela está sendo idiota por se ofender com minha ação. Se amanhã eu for atropelada por um bêbado, ou ser baleada em um assalto... e ai? Você quer que eu morra por não querer tomar um pingo de remédio para salvar os animais? Acredite amigo, minha morte não vai mudar a realidade desses animais, que minha morte não vai comover aos grandes empresários que só pensam em lucrar independente de que forma, que minha morte não vai diminuir a dor dos animais.
          A cada uso de anestesia eu chorava durante a cirurgia pedindo perdão por eles, perdão do que nós humanos fizemos com o mundo, de como tratamos eles, de como somos um câncer do mundo agora... Peço perdão aos animais que foram mortos ou torturados para poderem me dar àquela anestesia durante minha cirurgia para que eu não sentisse dor enquanto eles sentiram muitas, tanto por dentro, tanto por fora. Mais uma vez, eu peço perdão aos animais. 

______________________________________________________________
¹ Tive que tirar os sisos porque estavam me dando muita dores de cabeça, literalmente.
² Uso anticoncepcional desde dos meus 17 anos para tratar de problemas funcionais dos meus ovários e que até hoje não foi solucionado.

Obs.: Saibam que remédios, fraldas, absorventes, produtos para tratamento, a maior parte são testados em animais. E no caso re remédio, e quase todos tem derivação de animais. 
Postar um comentário